Lentes de contato

As lentes de contato são um maravilhoso recurso da vida moderna. Graças à evolução dos materiais e desenhos, lentes de contato confortáveis, eficientes e teoricamente com baixo risco de complicações tem sido produzidas. Entretanto, complicações graves continuam ocorrendo e a participação do oftalmologista na indicação e contraindicação das lentes, na orientação do uso adequado e no processo de adaptação continua sendo fundamental para o uso seguro e bem-sucedido. Imagem Lentes de contato

Os erros mais comuns no uso das lentes de contato que aumenta o risco de complicações são:

  • Adaptação fora de consultórios: somente o oftalmologista tem capacitação para avaliar e escolher as lentes que se adaptam melhor a cada paciente;
  • Uso de soro fisiológico na manutenção das lentes: O soro não limpa nem retira os depósitos de proteínas das lentes, deixando-as mais sujas, contaminadas e menos confortáveis. A manutenção com soluções multiuso é fundamental para a segurança no uso das lentes de contato.
  • Uso das lentes de contato além do período recomendado pelo oftalmologista;
  • Não descartar as lentes de contato dentro do período recomendado pelo fabricante;
  • Não procurar um oftalmologista em caso de sintomas de dor, irritação e vermelhidão ocular;
  • Não realizar assepsia adequada das mãos e do estojo das lentes.

As lentes de contatos mais utilizadas são as Gelatinosas e as Rígidas Gás-permeáveis.

Lentes de contato gelatinosas

As lentes de contato gelatinosas são as mais usadas no mundo. Elas são geralmente bem toleradas desde o início de seu uso, e essa adaptação fácil e rápida as torna adequadas para os pacientes que fazem uso ocasional, em eventos sociais ou para prática de quase todos os esportes. Imagem Lentes de contato gelatinosas

Por apresentarem diâmetro grande, pouca movimentação e borda fina, proporciona conforto e grande liberdade de movimentos, já que sua perda espontânea é rara. São a primeira indicação para pacientes portadores de Miopia ou Hipermetropia associada a pequenos Astigmatismo, Presbiopia e em casos de dificuldade na adaptação das lentes de contato rígidas.

Na atualidade, as lentes de contato gelatinosas podem ser feitas de hidrogel ou silicone-hidrogel. As últimas permitem alta transmissão de oxigênio para a córnea, reduzindo a possibilidade de complicações relacionas com a hipóxia corneana (falta de oxigênio).

Lentes de contato rígidas gás-permeáveis

As lentes de contato rígidas são confeccionadas com materiais duros, resistentes e duráveis. Apresentam uma adaptação mais demorada e são menos toleradas no início do uso, quando comparadas com as gelatinosas. Imagem Lentes de contato rígida

São indicadas para pacientes com astigmatismo corneano não corrigidos com lentes gelatinosas, ceratocones, ectasia pós-cirurgia refrativa e pós transplante de córnea.

As vantagens do uso das lentes de contato rígidas são:

  • Melhor qualidade visual;
  • Mais saúde para os olhos: em decorrência dos materiais gás-permeáveis, a ocorrência de baixa oxigenação corneana é muito rara, permitindo maior tempo de uso e assegurando mais saúde corneal. Como não absorvem os produtos utilizados para limpeza e desinfecção, as reações alérgicas e tóxicas são, também, menos freqüentes.
  • Maior durabilidade: Tempo de troca em torno de um ano;
  • Facilidade de manutenção: limpeza e desinfecção são mais simples.

Dra. Flávia Sotolani

Oftalmologista | CRM 6861

Graduada em Medicina pela UNIDERP em 2011, a Dra. Flávia Sotolani fez residência médica e especialização em Oftalmologia no Instituto Oftalmológico Tadeu Cvintal, IOTC, na cidade de São Paulo com término em 2015.

Participante ativa de inúmeros procedimentos e cirurgias, também é responsável por publicações bibliográficas de destaque.

Veja o Currículo Completo da Dra. Flávia Sotolani

Já fez o seu check-up Oftamológico?