Conjuntivite

O que é?

É a inflamação ou infecção da conjuntiva. A conjuntiva é a membrana transparente que envolve a esclera (parte branca do olho) e a parte de dentro das pálpebras que ficam em contato com o olho.

Imagem Conjuntivite  

Infecciosas

Pode ser causada por vírus (mais frequente) ou bactérias. As conjuntivites infecciosas são muito contagiosas, principalmente as virais. São transmitidas pelo contato direto com objetos e pessoas contaminas.

Existem várias tipos de vírus, sendo que alguns provocam quadros mais exacerbados e prolongados.

Os principais sintomas da conjuntivite são: olho vermelho, secreção ocular (a pessoa acorda com os olhos grudados), sensação de areia, fotofobia e lacrimejamento. Em alguns casos, podem vir acompanhados de febre, dor de garganta e mal estar.

Em caso de suspeita de conjuntivite o ideal é procurar atendimento oftalmológico, para que o tratamento e medidas preventivas sejam iniciadas o mais breve possível.

  • Prevenção

  • limpe os olhos com lenços de papel, um para cada olho, e jogue-os no lixo logo após.
  • não coloque as mãos nos olhos.
  • lavar as mãos com maior frequência e higienizar com álcool gel.
  • mantenha roupas de cama, toalhas e cobertores separados para evitar contaminação familiar.
  • jogue fora suas maquiagem para os olhos usadas durante o período infeccioso.
  • em caso de uso de Lentes de contato, suspender o uso e descarte-as. Não colocar novas lentes até estar totalmente curado.
  • o médico dará atestado para afastamento da escola ou trabalho nos casos necessários.

Conjuntivite alérgica

Geralmente ocorre nos dois olhos, entretanto pode iniciar ou ser vai intensa em um dos olhos. Não é contagiosa (não é transmitida para outras pessoas), e geralmente ocorre em pessoas predispostas à alergia (rinite, asma/bronquite, dermatites).

Na conjuntivite alérgica o sintoma principal é o coceira, mas também estão presentes: olho vermelho, secreção clara, edema das pálpebras e conjuntivas. Os sintomas apresentam períodos de melhora e reincidência. Pacientes com alergias descontroladas podem desenvolver complicações oculares irreversíveis como o ceratocone e comprometer a qualidade visual. O tratamento será realizado com colírios antialérgicos, esteroides ou anti-inflamatórios dependendo da gravidade do quadro apresentado pelo paciente.

É importante que pacientes com sintomas de conjuntivite alérgica, sejam avaliados e acompanhados por um oftalmologista especialista regularmente.

Conjuntivite tóxica

É causada pelo contato direto com o agente tóxico. Exemplos- colírios, colírio de nitrato de prata 1% (usado em recém nascidos), produtos de limpeza, fumaça de cigarro e poluentes industriais.

Pessoas com conjuntivite tóxica deve ser afastada do agente causados e lavar os olhos com água abundante. Em caso de medicamentos, deve-se suspender o uso apenas após orientação médica.

Dra. Flávia Sotolani

Oftalmologista | CRM 6861

Graduada em Medicina pela UNIDERP em 2011, a Dra. Flávia Sotolani fez residência médica e especialização em Oftalmologia no Instituto Oftalmológico Tadeu Cvintal, IOTC, na cidade de São Paulo com término em 2015.

Participante ativa de inúmeros procedimentos e cirurgias, também é responsável por publicações bibliográficas de destaque.

Veja o Currículo Completo da Dra. Flávia Sotolani

Já fez o seu check-up Oftamológico?